Essa é a pergunta a qual mais frequentemente sou questionado quando o assunto é  casa container ou construção container, mas que parâmetros devemos levar em conta já que na própria pesquisa on-line encontramos pontos de vistas variados?

Neste post tomarei como referência a minha experiência neste tipo de construção e as informações fornecidas da Delta Containers, empresa líder de mercado.

casa-container-arquitetura-sustentavel

Além destas referências, foi elaborado uma pesquisa em sites que abordam o tema.

Nível de personalização do projeto

Para falarmos de custo, primeiramente temos que entender que ele é variável conforme o nível de personalização  do projeto:

  • quais as características do terreno;
  • que tipo de fundação será necessária;
  • a necessidade de arrimos:
  • quantidade de containers envolvidos;
  • qual tipo de container será adotado, dry, reefer ou um mix com os dois;
  • qual o tamanho de container utilizados na composição, 20 pés, 40 pés ou mix dos dois;
  • quantidade e variedade de recortes nos containers;
  • se tem ou não sistemas construtivos complementares envolvidos no projeto (steel frame ou light steel framing, aço médio, aço pesado, alvenaria entre outros);
  • na concepção do projeto está previsto telhado;
  • como será o acabamento interno;
  • terá tratamento térmico e acústico;
  • se sim qual será esse tratamento (lã de vidro, lã de rocha, painéis térmicos, eps, aplicação de poliuretano expandido, etc);
  • em sua composição interna será aplicado o drywall;
  • tubulações elétricas serão embutidas ou será tipo eletrocalha ou condutores;
  • qual o padrão dos acabamentos desejados;
  • tipos de esquadrias;
  • sistema hidráulico simples ou composto (por exemplo chuveiro elétrico e sem aquecimento e reuso ou aquecimento de água á gás ou misto com elétrico e solar;
  • qual o nível de sustentabilidade que do projeto(reuso de água, tratamento de efluentes, geração de energia fotovoltaica e ou eólica,  
  • qual o tipos de equipamentos propostos (sistema de aspiração central, ar- condicionado, automação, etc);
  • a localização da obra em relação a empresa contratada para o fornecimento dos containers;
  • se existe mão de obra especializada no local.

Com todos essas questões citadas acima, podemos concluir que quanto maior a complexidade do projeto, maior seu custo, por isso é muito importante defini-lo muito bem com o seu cliente, principalmente a disponibilidade financeiro para investimento no projeto.

Como escolher um container

Os containers estão em regiões portuárias, estima-se que haja no mundo em torno de um milhão de containers parados, descartados pelo mercado de transporte marítimos e disponíveis para o mercado de segunda mão.

Dentro do mercado de segunda mão, um deles é o  mercado de transformação, para projetos especiais.

Devemos lembrar também que há no mercado uma grande variação de preços de containers, isso se dá pela qualidade do container e o número de atravessadores.

Para a seleção de um container, não importa apenas a escolha do tipo de container que deseja utilizar, por exemplo:

  • container dry 10 pés (3 metros);
  • container dry 20 pés (6 metros);
  • container dry 40 pés (12 metros);
  • container reefer 20 pés (6 metros);
  • container reefer 40 pés (12 metros).

É preciso considerar vários aspectos técnicos antes de tomar a decisão da compra, por isso é muito importante fazer a opção por uma empresa confiável, que possua profissional treinado e certificado na área de inspeção em container, que faça todas as análises necessárias e relevantes na hora de comprar esse container de descarte para utilizar no mercado de transformação.

Essas análises são:

  • análise do nível de amassamento do container;
  • análise se hà algum problema de fabricação;
  • análise se hà problemas estruturais;
  • problemas gerados por ataque químico;
  • corrosão;
  • cargas que possam ter vazado contaminado o container;
  • utilização de medidor geiger para medir se o container transportou algo radioativo;
  • essa empresa consegue gerar um laudo técnico assinado por engenheiro ambiental que o container em comercialização está livre de contaminantes, risco biológico ou químico;
  • a empresa consegue gerar um laudo de habitabilidade do container (histórico das cargas que o container transportou durante sua vida útil em transporte marítimo.

Lembro que um olhar não treinado para efetuar todas essas análises, pode ser facilmente enganado na hora da compra.

Por isso concluo que além de todas essas preocupações com análises do estado do container aliado com o custos de transporte e armazenagem dessas empresas ditas confiáveis, fazem com que haja a variação de preço no mercado.

A transformação do container

O custo da transformação do container marítimo em média é de R$900,00 reais o metro quadrado segundo a Delta Containers, podendo variar para mais ou para menos conforme o nível de personalização do módulo (número de recortes versos necessidade de reforços).

Sobre os acabamentos internos, posso afirmar que são os maiores impactantes no preço final da construção, pois podem possuir as seguintes combinações;

  • container cru, ou seja, sem revestimentos internos, utiliza-se as paredes do container como acabamento, fazendo no máximo uma pintura corretiva ou uma pintura nova em toda superfície;
  • acabamento com drywall internamente:
    • drywall simples (perfis, isolamento térmico e uma chapa de gesso acartonado);
    • drywall duplo (perfis, isolamento térmico e duas chapa de gesso acartonado);
    • drywall com reforço (perfis, isolamento térmico, chapa osb ou plywood e uma chapa de gesso acartonado).
  • acabamento em steel frame ou light steel framing:
    • steel frame ou light steel framing simples (perfis, isolamento térmico e uma chapa de gesso acartonado);
    • steel frame ou light steel framing duplo (perfis, isolamento térmico e duas chapas de gesso acartonado);
    • steel frame ou light steel framing com reforço (perfis, isolamento térmico, chapa osb ou plywood e uma chapa de gesso acartonado).

Além dessas definições, os complementos dos acabamentos como:

  • pisos e revestimentos;
  • esquadrias;
  • portas internas e externas;
  • gesso e luminotécnico;
  • equipamentos complementares (sistema de aquecimento de água, ar-condicionado, sistema de reuso de água, energia solar,etc).

Conclusão

Com base em todas essas informações relacionadas acima, e levando em conta a minha experiência em projetos realizados, posso afirmar que no mercado atual, a casa container ou construção em container pode variar entre R$1.500,00 (tratando-se de uma concepção simples, com poucos recortes, baixo nível de personalização e acabamentos básicos) até R$ 3.000,00 (construção concebida com nível complexidade elevada, ou seja, vários containers, personalização elevada e um alto nível de acabamentos), podendo até ser superior a esse valor conforme aumentamos o nível de sustentabilidade do projeto, ou até uma certificação LEED.

Concluo que vale muito a pena esse tipo de construção e realmente pode ser mais barata do que o sistema construtivo convencional.

Sou um defensor do sistema como solução construtiva e para aqueles que desejam entender mais sobre o tema, assine nossa lista VIP, baixe nosso e-bookPasso a Passo para criar projetos  de casas sustentáveis em steel frame e container”.

Elton Lira

Arquiteto e empreendedor apaixonado por arquitetura sustentável aliada à tecnologia. Entusiasta lutando por uma classe de arquitetos mais unidos.

Mais posts - Site